Home Artigos Gestão Plano de Negócios – Passo a Passo, Começando pelo Princípio! – Parte 1

Plano de Negócios – Passo a Passo, Começando pelo Princípio! – Parte 1

Plano de Negócios

TENHO A IDEIA, AGORA PRECISO DE UM PLANO

Se és uma Empreendedora Júnior sabes que criar um negócio é um processo trabalhoso. Primeiro surge uma ideia, em seguida começas a implementação da estratégia e… espera-te muito trabalhinho e dedicação até obteres aquilo que todas nós ambicionamos: uma máquina de fazer dinheiro.

Se és uma Empreendedora Sénior trabalhaste imenso (…e ainda deves trabalhar “um bocadinho”) mas possuis um negócio implementado e certamente poderás confirmar que o caminho percorrido até hoje nem sempre foi “cor-de-rosa”?

Quer sejas Júnior ou Sénior, o sucesso do teu negócio é fortemente condicionado pela tua capacidade de planeamento e é por isso que te apresento um dos teus “melhores amigos”: o Plano de Negócios.

Nele deverás estabelecer os objetivos do teu projeto para, posteriormente, delineares a estratégia que te permitirá atingi-los. Este documento será a carta de apresentação do teu projeto e podes utilizá-lo para obter um financiamento, um incentivo, um parceiro… mas também podes simplesmente precisar de colocar as tuas ideias no papel (… para compreender se a tua ideia/o teu negócio “faz sentido”).

COMO ESTRUTURAR O PLANO DE NEGÓCIOS

A estrutura do teu documento deve conter a seguinte informação:

  1. Sumário Executivo
  2. O Projeto e as Promotoras
  3. O Mercado
  4. A Ideia e o Posicionamento no Mercado
  5. A Ideia, o Projeto e o Produto/Serviço
  6. A Estratégia Comercial
  7. A Estratégia de Gestão
  8. O Investimento e as Projeções Financeiras

Lembra-te de que cada uma de nós é diferente, os nossos negócios são diferentes e, consequentemente, também não vão existir dois Planos de Negócios iguais. Poderás fazê-lo em 10, 50 ou 100 páginas mas nunca te esqueças: Estás a vender a tua ideia de negócio.

Neste artigo, que fará parte de uma trilogia (…para não leres um texto literalmente gigante), terás o conteúdo que deves incluir nos primeiros três tópicos do teu Plano de Negócios: “Sumário Executivo”, “O Projeto e as Promotoras” e “O Mercado”. Não te esqueças de ficar atenta aos “próximos capítulos”.

O SUMÁRIO EXECUTIVO será o último capítulo a redigir pois, apesar de te encontrares no início do documento, este é o momento em que resumes a tua ideia de negócio, em menos de 500 palavras, sumarizando o que se encontra nos capítulos seguintes. Sê clara e objetiva (…não vais querer desencorajar os teus investidores ou parceiros de prosseguir com a sua leitura).

Identifica o teu negócio e a tua área de atividade, menciona a tua missão e analisa o mercado. Apresenta de forma concisa a tua ideia e o teu produto/serviço, mostrando ao mundo o porquê de seres diferente!

Sem entrar em grandes especificações, identifica os recursos (humanos e financeiros) de que irás necessitar, quais os pontos fortes e fracos do teu negócios e aborda a experiência profissional e as habilitações académicas da equipa, dando ênfase às que são relevantes para o projeto.

Por último, tens de ter uma noção de quando pretendes começar a implementar a ideia/o negócio e em que altura esperas começar a ter retorno (lucro).

No tópico relacionado com O PROJETO E AS PROMOTORAS deves abordar o histórico do negócio e apresentar, com maior pormenor, a experiência da(s) empreendedora(s).

Se és Sénior, necessitas de revelar o caminho que percorreste até hoje; se és Júnior, o teu projeto está ainda em fase de arranque e, por esse motivo, vais apresentar a tua ideia e o contexto do seu surgimento. Em ambos os casos, respondam à questão “Porque criaste este negócio?”.

Em seguida, define os objetivos gerais do negócio, expressa os propósitos fundamentais da gestão e fornece as linhas gerais de desenvolvimento. Desta forma, defines a tua Missão: “Porque é que o negócio existe?”.

Depois de falares sobre o projeto, é hora de te apresentares a ti (e à tua equipa, caso exista), destacando as competências profissionais, habilitações académicas e características pessoais que te/vos tornam a(s) melhor(es) promotora(s) para este negócio.

O capítulo seguinte, O MERCADO, é aquele onde irás fundamentar a viabilidade da ideia/do projeto em causa e traduzir o conhecimento da promotora (ou equipa) sobre a envolvente que a(s) rodeia.

É muito importante definir o mercado para o novo produto/serviço pois só assim conseguimos ter uma noção da sua dimensão (n.º de clientes VS concorrência), do seu estádio de desenvolvimento (mercados mais ou menos desenvolvidos), dos diferentes tipos de clientes que nele existem (definir público-alvo) e da concorrência que nos rodeia. Tens resposta à questão: Quantos clientes existem e qual é a sua influência no mercado?

Agora, “mãos à obra”! Já não podes dizer que não fazes o teu Plano de Negócios porque não sabes por onde começar. O Sumário Executivo fica para o final. Começas por apresentar o teu Projeto e a Equipa que o compõe para, em seguida, analisares o Mercado.

No próximo artigo teremos mais informações para ti sobre “A IDEIA E O POSICIONAMENTO NO MERCADO”, “A IDEIA, O PROJETO E O PRODUTO/SERVIÇO” e “A ESTRATÉGIA COMERCIAL”. Fica atenta!

Nádia Blanco

 


Ver Também

Considerações sobre o RGPD

Considerações sobre o RGPD, tecidas por quem é de Marketing e escritas para quem se sente,…