Home Artigos Vida O Poder Feminino

O Poder Feminino

Poder Feminino

O poder feminino reside na fortaleza escondida de uma imagem “supostamente” frágil, amada e venerada pelo sexo masculino ao longo dos séculos. Ao longo de toda a história da humanidade, a história foi contada no masculino mas conduzida pelas mulheres através dos seus homens. O poder feminino esteve sempre lá… mas disfarçado e representado por um ser masculino. Fazemos jus à velha frase: “Por detrás de um grande homem encontra-se uma mulher”.

Um longo caminho a percorrer

Hoje, nos tempos “modernos”, o poder feminino conquistou o seu lugar. Mas, ainda assim, nunca se esqueçam que uma mulher tem de se esforçar muito mais do que um homem para provar a sua inteligência e posição. Infelizmente, os homens, só por serem homens, têm muito mais facilidade em ser “convidados” para assumir cargos de chefia, bem remunerados e prestigiantes. Infelizmente também, esse poder masculino baseia-se na interajuda de mulheres que foram educadas a rebaixar o poder feminino dando força ao masculino. Algumas de vós devem estar a pensar que eu sou uma feminista convicta que faço gosto em degradar tudo o que venha de um homem. Nada disso, posso garantir! Este meu texto é uma partilha do que tenho visto e sentido ao longo dos meus 45 anos, quase 46 de existência. É uma opinião pessoal e vale como isso. Tenho lidado com alguns líderes femininos que submetem através da dúvida, da não partilha de informações, de um medo sufocante de perder o “lugar”, o “tacho”, todos os outros elementos femininos, estabelecendo fortes parcerias com os colegas masculinos.

O papel da Mulher na reprodução da desigualdade de género

Sinto que o maior inimigo das mulheres são algumas mulheres que não percebem nem aceitam o poder feminino dentro delas, que masculinizam tudo. Ainda vejo mulheres enxovalhar, humilhar outras por serem independentes, por terem mais que um namorado, por saírem à noite, entre outros tesourinhos deprimentes herdados do nosso regime ditatorial. Ainda vejo mulheres dizerem coisas do tipo: “para este lugar tem de vir um homem”, “as mulheres são todas uma p****, cuidado com os vossos maridos” … Ainda vejo mulheres educarem os rapazes de modo diferente das meninas, acumulando a sabedoria de ser a “fada do lar” para um futuro marido. Ainda oiço mulheres dizerem que “se ele lhe bateu, alguma ela deve ter feito”. Ainda vejo um longo caminho para chegarmos realmente a uma igualdade.

Educar para a mudança

Mas este grupo fantástico de mulheres fantásticas tem sido uma pequena luz no túnel para uma verdadeira união feminina, uma interajuda positiva e sã. Um grande bem aja a todas. Nunca se esqueçam… o poder feminino deve ser trilhado no respeito com ambos os sexos, ser imparcial e positivo. Somos mães, por isso, temos uma responsabilidade acrescida na educação das gerações. Por isso, vamos educar bem, sem preconceitos, sem sexismos, com amor e responsabilidade. Temos um ano novo pela nossa frente.

Que 2018 seja um ano revelação do verdadeiro poder feminino!

Márcia Abreu Carrola
Psicóloga, Membro Efetivo da Ordem dos Psicólogos
Mestre em Psicologia
Pós Graduada em Psicoterapias Cognitivo-Comportamentais

@centroMotivadaMente


Ver Também

Dicas de decoração – o Mosaico Hidráulico

O Mosaico Hidráulico é um excelente material de recurso e a utilizar sempre que se quer da…