Home Artigos Marketing Digital Grandes Estratégias de Marketing para Pequenos Negócios

Grandes Estratégias de Marketing para Pequenos Negócios

grandes estratégias de marketing

Conheça as estratégias mais utilizadas por grandes empresas que pode facilmente começar a aplicar no seu negócio!

Se criou o seu negócio há pouco tempo ou o mesmo ainda não tem uma grande representatividade no mercado é normal que ache que grandes estratégias de marketing não são para si.

É normal que em pequenos negócios o orçamento de marketing não seja tão elevado como em outros grandes players do mercado, mas essa não é desculpa para cruzar os braços e esperar que os clientes cheguem até si, sem fazer um esforço de promoção e marketing pelo seu negócio.

Veja como algumas grandes estratégias que são normalmente aplicadas a grandes empresas podem ser aplicadas a pequenos negócios como o seu:

Grandes Estratégias de Marketing para Pequenos Negócios

  1. Definir o seu Público-Alvo e Buyer Persona.

Em grandes enterprises é normal encontrarmos um público-alvo bem definido e até uma (ou várias) buyer personas, ou seja, perfis semi-ficcionais que representam o cliente “ideal”, para a qual direcionam e segmentam todas as suas ações de marketing, desde campanhas de Email Marketing, publicações em redes sociais, telefonemas comerciais, etc.

Por ter um pequeno negócio isso não significa que não faça sentido definir o seu público-alvo, pois esta continua a ser uma das estratégias essenciais para começar a realizar campanhas de marketing para o seu negócio, tanto online como offline.

Se já possui alguns clientes poderá começar por anotar as suas características demográficas (Idade, Sexo, Localidade, etc) e pesquisar um pouco sobre o que os levou a adquirir o seu produto ou serviço e por fim saber que principais problemas estes enfrentam e de que forma o seu negócio pode oferecer uma solução.

Caso ainda não tenha um leque de clientes para analisar, experimente analisar as características do público que se envolve e compra mais aos seus principais concorrentes.

  1. Definir KPI’s.

Em todos os planos de marketing de grandes empresas podemos encontrar a definição de KPI’s ou Key Performance Indicators.

Parece que esta definição é apenas feita em empresas de grandes dimensões e com necessidades muito mais complexas que as do seu negócio, mas é absolutamente essencial que também defina estes KPI’s para a sua empresa.

O que são KPI’s e porque devo defini-los?

OS KPI’s são indicadores de sucesso do seu negócio, ou seja, acontecimentos que lhe irão indicar que está num bom caminho e que está a ter sucesso com as suas ações de marketing e de vendas.

Veja alguns exemplos de indicadores de sucesso (KPI’s):

“Conseguir 5 pedidos de contacto em cada publicação que faço no Facebook”

“Angariar pelo menos 30 contactos por mês através das minhas LandingPages”

“Captar 40 novas leads (potenciais clientes) por mês através de todas as ações de marketing que desenvolvi”

Em todos os negócios a definição de sucesso é diferente. É por isso essencial que, por mais pequeno que o seu negócio seja, defina quais são os indicadores que representam para si que está no caminho do sucesso e, principalmente, que leve a cabo ações de marketing que façam esses indicadores acontecer.

  1. Elaborar um Plano de Marketing.

Não é apenas nas grandes empresas que é necessário estruturar tudo o que fazemos em termos de marketing e vendas, pois é algo que beneficia qualquer negócio independentemente da sua dimensão e tipologia!

Se não tem orçamento disponível para pedir a um especialista para elaborar um plano de marketing personalizado para as necessidades da sua empresa, ponha mãos à obra e, depois de definir o seu público-alvo e os seus indicadores de sucesso (KPI’s) faça uma pesquisa sobre que ações de marketing poderá realizar para, primeiro, comunicar de uma forma eficaz com o seu público e ir de encontro aos interesses e necessidades do mesmo, e, em segundo lugar mas não menos importante, fazer os seus indicadores de sucesso acontecer (sejam estes apenas ganhar maior visibilidade online ou conseguir um determinado número de novos clientes mensalmente).

Uma boa forma de encontrar as melhores estratégias para incluir no seu plano de marketing será identificar os seus principais concorrentes, analisar o tipo de campanhas e conteúdos que geram um maior impacto no seu público-alvo (que será, em princípio o mesmo que o seu) e implementar essas ações ao seu negócio, tentando claro, fazer sempre muito melhor do que a concorrência.

Os melhores locais para identificar o que produz melhores resultados para a sua concorrência são os seus websites e redes sociais, onde está bem visível o nível de envolvimento que o público tem com as ações de marketing levadas a cabo, através de likes, comentários, partilhas, etc.

  1. Foque-se nas Redes Sociais (a custo zero).

Se ainda não tem orçamento suficiente para apostar no desenvolvimento de um website (que aconselhamos que seja realizado por um profissional para obter os melhores resultados possíveis com o mesmo), faça das redes sociais a sua casa e concentre os seus esforços em trazer os potenciais clientes até à sua porta!

Fixe a posição da sua empresa nas redes sociais a custo zero:

  • Identifique as redes sociais onde está o seu público-alvo (como já definiu antes as suas características demográficas será fácil identificar onde este mantém mais presença);
  • Crie uma Business Page nessas redes sociais;
  • Calcule o tempo que pode dedicar a estas redes (mantenha as suas expectativas reais para não se sentir desmotivado se tiver definido um esforço demasiado elevado para si);
  • Aplique nas suas páginas as ações que definiu no seu plano de marketing e defina com que periodicidade as poderá colocar em prática;
  • Use e abuse das estatísticas (grátis) faculdadas pelas redes sociais para ao longo do tempo perceber o que funciona melhor para o seu negócio e ir fazendo ajustes;
  1. Diga não à publicidade paga e concentre os seus esforços para ter resultados orgânicos.

É claro que em em grandes empresas e multinacionais existe, na maioria das vezes, uma boa fatia dedicada à publicidade paga no Google ou nas redes sociais e sim, esse tipo de publicidade funciona e traz bons resultados a longo prazo.

Mas quando nos deparamos com orçamentos reduzidos e também com as recentes limitações que temos vindo a sentir com os algoritmos do Facebook e Instagram, apostar em publicidade paga poderá não ser a melhor opção.

Uma ótima aposta será, por outro lado, concentrar os seus esforços em ser verdadeiramente autêntico e relevante para o seu público-alvo, atraindo assim o mesmo até si e ganhando a sua atenção desta forma.

Existem várias técnicas para causar impacto e ter visibilidade nas redes sociais sem ter de recorrer a anúncios pagos, mas o mais importante é reter que todos os conteúdos que partilhar devem ser adequados às necessidades e problemas que o seu público pretende resolver e devem ser, também, maioritariamente informativos.

Desta forma irá ganhar cada vez mais notoriedade perante a sua audiência e a sua empresa será, ao longo do tempo, considerada uma referência na sua área de atuação, o que aumentará as suas probabilidades de vender os seus produtos ou serviços.

Veja alguns artigos que podem ser úteis para criar conteúdos eficazes e tirar o melhor partido possível das suas redes sociais e website (se já o tiver):

7 Formas de Tornar o seu Conteúdo Viral

6 Dicas para melhorar a performance do seu negócio no Facebook e Instagram

7 Dicas Eficazes para Gerir as suas redes sociais

7 Passos para Produzir Conteúdos que Vendem

O Segredo para “enganar” o Google e Aumentar o seu Tráfego Orgânico

  1. Criar um Movimento.

O facto de o seu negócio ser ainda pequeno e não ter muita representatividade no mercado não é razão para achar que não tem o que é preciso para criar um movimento associado à sua marca!

Ofereça aos seus clientes a oportunidade de fazerem parte de algo inovador e que mude verdadeiramente as suas vidas. Como?

  • Analise a sua oferta e identifique o produto ou serviço que considera mais inovador e que possa facilmente ser integrado na vida dos consumidores;
  • Apresente os seus produtos/serviços de uma forma apelativa, original e “fora da caixa”;
  • Torne o seu produto/serviço indispensável incluindo nas suas mensagens de marketing que este irá melhorar as vidas dos consumidores de alguma forma;
  • Concentre os seus esforços em criar a sua própria “tribo” de seguidores que acompanham e ficam entusiasmados com todas as suas novidades (Através da utilização de #hashtags associados à sua empresa, por exemplo);
  • Faça como as grandes empresas e destaque-se da concorrência provando que ouve verdadeiramente o que os seus clientes têm para dizer e ofereça sempre um customerservice excecional.

Como pôde verificar, mesmo os pequenos negócios se podem tornar grandes e contornar os seus orçamentos reduzidos apostando na autenticidade e, acima de tudo, acreditando que no fundo o que importa é o consumidor e que todos os esforços de marketing tenham em mente as suas necessidades específicas.

 

Marta Oliveira

Web Copywriter e especialista em Inbound Marketing, é licenciada em Ciências da Comunicação e da Cultura e mestre em Comunicação das Organizações pela Universidade Lusófona. Investigou o impacto da implementação de estratégias de Inbound Marketing na angariação de leads para as empresas e é certificada em Inbound Marketing pela Hubspot, tendo trabalhado nos últimos anos em gestão de projetos na área de Marketing Digital, Inbound Marketing e Digital Copywriting.

Atualmente define e executa projetos de Content Marketing e dedica-se à prestação de serviços de Web Copywriting, tendo fundado a Elsket em 2016, uma agência totalmente dedicada à área do Design e Copywriting que pretende responder às necessidades de pequenas e médias empresas que aspiram a solidificar a sua imagem no meio digital e, acima de tudo, aumentar as suas oportunidades de negócio.

Áreas de conhecimento: Inbound Marketing, Marketing de Conteúdos, Web Copywritting

Contacto de e-mail: marta.oliveira@elsket.pt

Website: www.elsket.pt

Linkedin: https://www.linkedin.com/company/11015288/

Facebook:

 


Ver Também

Mercado Digital Único

Enquanto estávamos completamente descansadas (e desconhecendo a situação, certamente), a U…