Home FAQ
Mulheres à Obra

A quem se dirige o Portal mulheresaobra.pt ?

A quem se dirige o Portal mulheresaobra.pt ?

Ao público em geral, particularmente ao público interessado no tema do empreendedorismo feminino.

A quem se dirigem as iniciativas anunciadas no Portal ?

A quem se dirigem as iniciativas anunciadas no Portal ?

Depende de cada iniciativa. Temos iniciativas só para mulheres e outras que se destinam tanto a mulheres como a homens. Algumas iniciativas e vantagens são exclusivas para as nossas patrocinadoras e, em algumas situações,  abrangem igualmente os homens que adiram aos nossos eventos. São iniciativas que exigem um investimento significativo da nossa parte e não podem ser disponibilizadas livremente a todas as interessadas, mesmo que sejam «membras» no nosso grupo no Facebook. Por esse motivo, sempre que anunciamos as nossas iniciativas, particularmente quando são iniciativas gratuitas, consultem atentamente as condições de acesso.

Qual o estatuto jurídico das Mulheres à Obra ?

Qual o estatuto jurídico das Mulheres à Obra ?

As Mulheres à Obra são um movimento social que não possui ainda constituição formal.

A marca Mulheres à Obra está registada ?

A marca Mulheres à Obra está registada ?

O registo da marca Mulheres à Obra foi solicitado ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial pelas criadoras do grupo, Carla Lopes e Camila Rodrigues, tendo sido concedido com o Número: 588704.

Posso usar a denominação Mulheres à Obra e/ou o seu logo nas minhas iniciativas ?

Posso usar a denominação Mulheres à Obra e/ou o seu logo nas minhas iniciativas ?

Não. A marca e o logo apenas poderão ser usados com a autorização de ambas as criadoras do grupo, Camila Rodrigues e Carla Lopes.

Posso propor parcerias e organizar dinâmicas colaborativas a partir do grupo Mulheres à Obra ?

Posso propor parcerias e organizar dinâmicas colaborativas a partir do grupo Mulheres à Obra ?

Pode e deve. O propósito das Mulheres à Obra consiste precisamente na facilitação dos processos de cooperação entre mulheres empreendedoras. Damos as boas vindas a estas iniciativas desde que tenham caráter gratuito e como motivação o apoio mútuo, a troca de contatos e a criação de sinergias que constituam um benefício para todas.

Quem determina as regras de funcionamento das Mulheres à Obra ?

Quem determina as regras de funcionamento das Mulheres à Obra ?

As regras de funcionamento das Mulheres à Obra são definidas pelas suas criadoras, Camila Rodrigues e Carla Lopes. No sentido de ir ao encontro das necessidades e preferências das suas «membras», sempre que pertinente são realizados processos de consulta no grupo de Facebook Mulheres à Obra.