Home Artigos Gestão Plano de Negócios – Parte 3

Plano de Negócios – Parte 3

Plano de Negócios

Empreendedora (… Júnior ou Sénior), depois de leres a Parte 1 e a Parte 2, vamos redigir os últimos capítulos do teu PLANO DE NEGÓCIOS?

Começamos pela ESTRATÉGIA DE GESTÃO!

A nova geração de gestores começa a ter consciência de que lhes é necessário conhecer os números para decidir de forma consciente e, por isso, enumero algumas áreas fundamentais onde o controlo é imprescindível e deves dedicar uma maior atenção:

  • Na ÁREA DE VENDAS deves incluir relatórios sobre as vendas por produto, por cliente, por vendedor, bem como a análise dos diferentes canais de venda.
  • Na ÁREA DE PRODUÇÃO vais analisar custos, eficiência, rapidez e qualidade da produção.
  • Na ÁREA FINANCEIRA será necessário decidir se o negócio tem dimensão suficiente para que seja necessário criar um Departamento Financeiro/Contabilidade próprio ou se as atividades podem ser efetuadas por especialistas externos.

Agora que já alertaste o investidor para a tua modalidade de Gestão, vais começar a descrever o teu INVESTIMENTO no projeto.

Nesta fase é comum recorrer a aconselhamento sobre quais as potenciais estruturas de financiamento: entidades de Capital de Risco, financiamento com Capital Alheio, entre outros. A componente de financiamento assegurada pelos promotores tem de ser especificada porque, através deste compromisso, os promotores “comprovam” a confiança no seu projeto.

Diz-me aqui “Quanto vais investir e onde? Em que equipamento?”.

Por último, no teu Plano de Negócios terás um capítulo dedicado aos números: PROJEÇÕES FINANCEIRAS.

Esta área recebe sempre uma atenção especial dos potenciais financiadores, durante a apreciação da candidatura, e será alvo de inúmeras análises e questões. Por estes motivos, as projeções têm necessariamente de ser suportadas pela informação descrita nos capítulos precedentes.

Há encomendas? Que pesquisa de mercado existe para suportar as projeções de vendas? Quais e quantos são os clientes que deverão fazer compras durante o primeiro ano? Preparaste projeções de vendas para cada grupo principal de produtos?

Lembra-te também de que poderás não receber e/ou pagar “a pronto” e, se isso ocorrer, haverá um desfasamento temporal entre a compra das matérias primas, a produção, a venda e o recebimento dos clientes. Se tiveres em conta estes prazos, a tua Tesouraria agradece.

Conceitos que deverás considerar:

Even (Break-Even Forecast) – ocorre, de forma simplificada, quando o valor das receitas é igual à soma dos custos, ou seja, quando começam a existir resultados operacionais positivos.

Análises de Cenários–experimenta algumas variações nos números do teu negócio, prevendo uma situação negativa, uma intermédia e uma positiva para o teu projeto. Estas são as chamadas Análises de Sensibilidade.

Agora, já não tens desculpa! Começa já o teu PLANO DE NEGÓCIOS!!!

Nádia Blanco


Ver Também

Considerações sobre o RGPD

Considerações sobre o RGPD, tecidas por quem é de Marketing e escritas para quem se sente,…