Home Artigos Empreendedorismo Saber lidar com o “Não”

Saber lidar com o “Não”

saber lidar com o não

Quer se goste quer não, uma parte essencial do trabalho de qualquer pessoa empreendedora é vender. 

É impossível sobreviver como empresária sem gostar de vender. Entrar num negócio com este pré-requisito é crucial para que consiga alcançar grandes resultados. Não importa o quão boa possa ser no seu trabalho. A falta de gosto pela atividade comercial é o primeiro passo para em pouco tempo esteja literalmente “feita ao bife” como empresária.

Quando se pretende vender um produto ou serviço a alguém só podem acontecer uma de duas coisas – ou a pessoa compra ou não compra.

Sobretudo em fases iniciais do negócio, os “não” são extremamente frequentes… e está tudo bem! Ou pelo menos deveria estar. O problema é que na presença de “não” após “não”, é muito frequente começarmos a questionar as nossas habilidades e a colocar questões como:

– “Será que não sou boa o suficiente?”

– “Será que não sou merecedora daquilo que quero alcançar?”

Logo, uma das características mais importantes que qualquer empreendedora deve desenvolver é a resiliência perante o “não”.

Treinar os músculos para aceitar o “não” é sem dúvida uma tarefa difícil… mas muito necessária! Sem esta capacidade, a possibilidade de nos tornarmos empreendedoras de sucesso fica drasticamente reduzida.

Qual é a maneira mais fácil de lidar com a realidade do “não”?

É pensando da seguinte forma:

Só porque alguém nos diz “não” não significa que não sejamos capazes de fazer o que quer que seja ou que não estejamos no caminho certo. Significa apenas que ainda não chegou o momento em que vamos conseguir alcançar determinado objetivo. A vida é mesmo assim! Às vezes conseguimos alcançar o que queremos à primeira mas haverão tantas ou mais vezes que só vamos conseguir alcançar à terceira, à nona ou à vigésima. Por isso, sempre que alguém lhe disser “não”, lembre-se que isso significa apenas que está um “não” mais próxima de alcançar o seu objetivo.

Tentou vender o seu produto/serviço a alguém e essa pessoa disse-lhe algo como “não estou interessada?” Ótimo, isso significa que está um “não” mais próxima de conseguir efetuar a sua próxima venda… e assim por diante.

Desenvolver a tolerância ao “não” é sem dúvida um dos maiores desafios enfrentados por todas as pessoas que ambicionam ser profissionalmente bem-sucedidas… Mas já imaginou a liberdade e confiança que podemos ganhar se não tivermos medo da tão temida palavrinha de três letras?

Logo, o melhor conselho que lhe posso dar é:

Não fuja do “não”. Procure por ele e seja resiliente!

Joana Forno – Coaching Profissional

Outros artigos da Joana Forno no nosso Portal:

A felicidade é um processo

Como alcançar a realização profissional

Como definir os seus objetivos profissionais

Persistir ou Desistir

Trabalhar por paixão ou por dinheiro

Nunca é tarde


Ver Também

As Vozes do Empreendedorismo feminino – Ofertas Especiais!

Estamos a pouco mais de um mês do nosso grande evento As Vozes do Empreendedorismo Feminin…