Home Artigos Lifestyle Como lidar com o medo

Como lidar com o medo

Medo

O medo já tomou conta da minha vida mais vezes do que eu gostaria; as dúvidas e a insegurança alimentaram esse medo e tornaram-no mais forte.

Sempre me senti uma pessoa corajosa e por vezes, quando me deixei levar pelo medo, quando acreditei nos pensamentos e nas histórias que a minha mente me contava, ele assumiu o comando da minha vida e chegou a fazer grandes estragos.

Quando estou com medo e deixo que ele se apodere de mim:

  • Começo a ficar assustada com muita facilidade. Um simples desafio ou obstáculo parece impossível de ultrapassar;
  • Aos poucos começo a deixar de acreditar em mim;
  • Facilmente me alimento mal, não quero sair de casa e conviver, e surge a tendência para sofrer de insónias;
  • Deixo de tomar atenção aos meus objetivos, fico desmotivada e a minha autoconfiança diminui imenso;
  • A minha autoestima baixa, tenho pouca vontade de cuidar de mim e sinto-me mal com isso;
  • E a lista poderia continuar…

Se o medo me consome, nem pareço a mesma pessoa.

Chego mesmo a sentir a energia da minha filha a transformar-se, e até ela começa a manifestar a necessidade de coragem extra para vivenciar determinadas experiências mais desafiantes.

É contagioso!

Então, como é que eu faço para lidar com este monstro?

O medo é uma emoção básica que é essencial à nossa sobrevivência, ele serve de alerta para evitarmos saltar da janela de um arranha-céus só porque procuramos adrenalina, ou impede-nos de voltar a cair na escada, sempre que passarmos naquele degrau específico.

E a coragem não existiria sem o medo. Para sermos corajosas e avançarmos para o desconhecido, ou na direção daquilo que nos dá medo, precisamos de o reconhecer primeiro.

O segredo está em usarmos os dois a nosso favor, e avançarmos com a energia do desejo desmedido que sentimos quando queremos muito alguma coisa.

As 3 coisas que faço quando me sinto com medo, são:

  1. Passo à ação! Faço o que tenho de fazer, mesmo que não tenha vontade nenhuma;
  2. Falo comigo! Exploro o meu medo, percebo qual é a parte de mim que o está a alimentar e de que é que ele me está a proteger;
  3. Transformo o meu sentir! Mudo a minha perceção das sensações. Esta é uma dica muito importante. Todos os sintomas físicos que sinto, palpitações, transpiração, respiração acelerada, alterações da temperatura do corpo, etc… passo a associa-los a entusiasmo. Isso mesmo! Uso a auto sugestão e digo a mim mesma: estou tão entusiasmada! Isto porque os sintomas físicos do entusiasmo e da excitação são semelhantes aos do medo. Uso este truque e comecei a estar muito mais entusiasmada com a minha vida.

E a magia acontece a partir daqui.

A ação é a energia que vai contra essa força que me prende e tem o poder de fazer acontecer.

A ação e o diálogo comigo mesma permitem que a minha coragem e confiança aumentem, e isso é o que me faz falta nesses momentos.

A partir daqui os motores já estão a trabalhar, ganho entusiasmo e o sistema funciona em ciclo.

E tu? Como é contigo? Identificas-te com este desafio na tua vida? Deixas que o medo te paralise?

Muitas têm sido as mulheres empreendedoras e profissionais que me têm dito que o medo as tem feito paralisar, procrastinar em coisas que sabem que iam levar as suas vida a outro patamar, mas que MESMO ASSIM não conseguem libertar-se desse medo.

Quer seja ter coragem para avançar ou coragem para mudar, parece que o medo está sempre lá a paralisar todo o processo. Não tem de ser assim, e digo-te mais, não deve nem vai ser assim, logo que o compreendas de uma outra perspetiva.

Liliana Ferreira Dias

Realização Profissional Premium


Ver Também

Bra Fitting – Saúde e Imagem Pessoal

Foi há cerca de 6 anos que descobri o maravilhoso mundo do Bra Fitting e experienciei a fo…