Home Artigos Empreendedorismo Porquê empreender?

Porquê empreender?

Eu sou empreendedora, e eu vou fazer a diferença. Porquê? Porque sim. Porque decidi que queria mudar de vida, que queria correr atrás de um sonho e ser queria ser eu a condutora do meu próprio destino.

Eu sou mulher, sou mãe e sou filha. Eu sou cidadã do meu Portugal, para o qual quero dar um contributo de qualidade.

Empreender, na maioria das vezes, não é fácil. Ter uma ideia de negócio e começar a falar com quem nos é mais próximo sobre o mesmo, pode muitas vezes ser o motivo para deixar cair por terra um sonho.

Ter a família que muitas vezes questiona porque é vamos largar um trabalho fixo por causa de uma ideia. Ter os amigos a dizerem que a ideia de negócio é boa, mas que dificilmente terá sucesso. E ainda ter a grande maioria das pessoas a dizer que se vai demorar cerca de dois anos para se conseguir retirar um salário mínimo do nosso negócio.

Então, o que leva uma pessoa a empreender, quando sente que está sozinha para seguir em frente?

Conquistar a independência financeira

Muitas pessoas sonham em ter o seu próprio negócio para ganhar independência financeira. Trabalhar por conta de outrem significa ter um salário fixo, e quem ambiciona ganhar mais ao final do mês muita vezes opta por ter o seu próprio negócio.

Gestão de Tempo

Ter um negócio significa muitas vezes trabalhar mais horas do que aquelas que se trabalha por conta de outrem. A diferença está no facto do empresário ser o gestor do seu próprio tempo e poder ser mais flexível na gestão do mesmo.

Um negócio permite-lhe poder definir prioridades sejam elas o trabalho, a família ou os seus hobbies.

Ter liberdade geográfica

A criação do próprio negócio permite ter liberdade geográfica, dependendo do tipo de negócio. O acesso à internet permite uma grande mobilidade, não sendo, muitas vezes, necessário estar num espaço físico a trabalhar.

Fuga da Rotina

Muitas pessoas decidem empreender como forma de fugir da rotina. Um negócio próprio permite que a pessoa não tenha que cumprir sempre os mesmos horários, fazer o mesmo caminho todos os dias para o local de trabalho, realizar sempre as mesmas tarefas. Um negócio pressupõe o conhecimento de tarefas em várias áreas (financeira, recursos humanos, comercial, administrativa), e muitas vezes é necessário estudar e aprender sobre cada uma delas. Tudo isto permite que o empreendedor não fique estagnado e a fazer sempre as mesmas coisas.

Paixão por uma área

Quantas pessoas não passam grande parte da sua vida a trabalhar em algo que não gostam? É este um dos motivos que as leva a empreender. Fazer o que se gosta e criar o seu trabalho de sonho.

Independência profissional

A grande maioria das pessoas ambiciona não ter chefes nem patrões. A independência profissional pressupõe que sejamos responsáveis pelas decisões do nosso negócio. O facto de não termos que dar explicações sobre o porquê de tomarmos certas atitudes, dá-nos uma sensação de liberdade profissional.

Motivação profissional

O empreendedor é uma pessoa muito mais motivada do que a maioria das pessoas que trabalha por conta de outrem. Essa motivação advém da flexibilidade de tempo, da paixão pelo que faz, assim como da independência profissional. Quando somos nós próprios que estabelecemos os nossos objetivos e nos propomos a atingi-los, sentimo-nos muito mais motivados para lutar por eles.

 A conquista do sonho

Porque é que muitas pessoas se tornam empreendedoras? Porque têm um sonho. Porque apesar de muitos dizerem que a sua ideia de negócio não é viável, elas acreditam que é possível. Empreender pressupõe foco e determinação.

 

Caraterísticas de um empreendedor

Existem algumas caraterísticas comuns em quase todos os empreendedores, sendo a autoconfiança uma delas. São pessoas que acreditam nas suas capacidades e competências para atingir os objetivos a que se propõem, aceitando-os como desafiantes. Este desafio das suas capacidades, leva-los a ganhar uma motivação extra para atingirem resultados de sucesso.

Os empreendedores necessitam de ter objetivos constantes, como se fossem a linha orientadora do seu negócio. É um ciclo contínuo em que a concretização de um objetivo e o seu resultado, gera novos objetivos.

A responsabilidade é outra caraterística comum entre os empreendedores, uma vez que estão dispostos a responsabilizarem-se pelo sucesso ou insucesso dos seus negócios. Quando existe uma falha no alcance de um objetivo, utilizam a experiência do insucesso como forma de aprendizagem para evitar o fracasso.

Existe uma tendência para desenvolverem produtos ou serviços inovadores. São pessoas, por norma, mais criativas e que desenvolvem novas formas de abordagem para fazer chegar o seu produto ao cliente. Normalmente, conseguem distinguir-se da concorrência através da diferenciação de comunicação e venda dos seus produtos no mercado.

Um empreendedor bem-sucedido está ciente dos riscos que pode correr no seu negócio. Tem propensão a avaliar as situações de forma ponderada, e por isso mesmo não corre riscos desnecessários.

Os empreendedores têm facilidade em criar relações interpessoais e em gerar empatia, até porque, para promoverem o seu negócio, necessitam de contactar constantemente com outras pessoas.

Este é o empreendedor, o empreendedor que luta pelo sucesso do seu negócio e pela consolidação da sua realização profissional.

 

Gisela Santos 

Email: geral@2gather.pt

Sou Assistente Virtual e ajudo empresários a terem mais tempo para o seu negócio.

Dou apoio a freelancers e pequenas e médias empresas em diversas áreas.

O que me motivou a seguir esta área, foi a vontade de criar um serviço de apoio especializado e dedicado a cada cliente, de acordo com as suas necessidades específicas.

E foi desta vontade que nasceu a 2Gather – Consultoria e Assistência Virtual.

Sou licenciada em Psicologia, e tenho um percurso de mais de 10 anos na área de Recursos Humanos, onde geri várias equipas de trabalho e trabalhei com muitos clientes de forma remota.

Os anos de experiência também na Área Comercial, em Gestão de Eventos e em Formação, concederam-me várias competências inerentes a estas áreas.

Atualmente, como Assistente Virtual, presto serviços na área administrativa, recursos humanos, área comercial, gestão de redes sociais e eventos.

Fotografia de rawpixel no Unsplash

Ver Também

Férias e empreendedorismo – Saber quando parar e quando regressar ao trabalho

Retomei há pouco tempo o meu trabalho, após três semanas de férias preciosas. Agosto e set…