Home Artigos Marketing Digital Marketing de Conteúdos: Como implementar SEO

Marketing de Conteúdos: Como implementar SEO

Marketing de conteúdo

Qualquer pessoa julga que sabe escrever. Mas será isso verdade?

Existe uma diferença abismal entre escrever para uma revista e criar marketing de conteúdos para o blog de uma empresa.  Quando escreve para uma revista, o intuito é simplesmente informar.  Quando se trabalha marketing de conteúdos, o intuito é informar o consumidor, conseguir que ele tome uma ação e simultaneamente conseguir obter o primeiro lugar no Google.

Assim, é normal que ocorram diferenças significativas entre ambas as formas de escrita.  Se está a começar a sua jornada com marketing de conteúdos, não precisa desesperar. Deixo-lhe algumas dicas de como escrever para o leitor e para o Google.

Dicas de SEO para marketing de conteúdos

SEO significa Search Engine Optimization, ou seja, otimização para os motores de pesquisa. Resumidamente: otimização de um conteúdo para o Google.

E porque é que digo que é para o Google? Porque mais de 80% das pesquisas a nível mundial são realizadas através deste motor de busca.

Assim sendo, se quer que o seu conteúdo chegue aos primeiros lugares, siga as dicas que lhe dou de seguida.

1 – A importância da abrangência em detrimento da palavra-chave

Longe vai o tempo em que o ranking do Google se obtinha pela análise exclusiva da palavra-chave. Hoje em dia, a keyword deve ser vista como o ponto de partida para a escrita de determinado conteúdo.  Quando um leitor procura no Google por determinada informação, o que ele quer na verdade é esclarecer uma dúvida e satisfazer uma necessidade.

Assim sendo, quando começar a escrever um texto, procure o máximo de informação sobre esse tema. Escreva mais e melhor do que a sua concorrência. Quanto mais qualidade tiver um conteúdo, mais facilmente irá chegar ao topo dos resultados.  Além disso, quando trabalhar um texto tenha sempre 2 a 4 palavras-chaves para trabalhar. A principal e as secundárias. As mesmas vão ajudar a aumentar a qualidade e autoridade do conteúdo semântico do seu texto.

2 – Usar a palavra-chave nos Headings

Para quem não sabe, headings ou heading tags são os vários subtítulos de um texto.  Quando escreve um texto no WordPress, o heading principal será o H1, que é o título do artigo.  Além desse os mais comuns são os H2, H3 e H4. Qualquer um destes headings tem como intuito ajudar a estruturar o texto.

Mas, não é só isso. Os headings servem para permitir ao leitor ter uma ideia geral do seu conteúdo sem precisar de ler tudo.  Quando falamos de SEO, é importante que a palavra-chave se encontre obrigatoriamente no título (H1), e preferencialmente no primeiro subtítulo (H2).  Se conseguir inserir a mesma de forma orgânica em mais do que um subtítulo, perfeito. Contudo, se parecer forçado, opte por não colocar.

3 – Meta Title – A importância de um título adicional

Para quem não sabe, o meta title é um dos pontos essenciais no que concerne o SEO em marketing de conteúdos.
Resumidamente, o meta title é a forma como o título do artigo aparece no Google. Deve ser curto, descritivo e interessante. Além disso, deve conter logo no início a palavra-chave.

Um bom exemplo para a palavra-chave marketing de conteúdos poderia ser “Marketing de conteúdos: 10 dicas para criar um artigo perfeito”.

4 – Meta Description – Outro ponto a ter em mente

Conjuntamente com o meta title, o meta description é essencial para uma correta implementação SEO. Contudo, é importante frisar desde já que o mesmo não é considerado um fator de ranking por parte do Google.

Então porque é que é tão importante? Porque ajuda a criar uma ligação com o leitor e fazer com que carregue no link para ler o artigo na íntegra. Uma boa descrição tem no máximo 156 caracteres e deve ter um CTA (call to action) que incentive o leitor a carregar nesse texto em detrimento de outros.

Como escrever um texto através das melhores práticas de SEO

Agora que já sabe 4 dicas simples de como utilizar o SEO no marketing de conteúdos, deixamos-lhe algumas dicas rápidas para escrever um excelente conteúdo para web.

  1. Escreva frases curtas (preferencialmente menos de 20 palavras)
  2. Tente que cada parágrafo tenha no máximo 2 ou 3 frases
  3. Coloque a palavra-chave nos seguintes pontos:
    Título e meta título
    1º parágrafo do texto
    1º H2 de forma integral
  4. Se a keyword for curta, tente inseri-la em pelo menos um H3
  5. Deve usar a palavra-chave de forma integral e parcial (palavras-chave secundárias)
  6. Se a utilização da keyword parecer forçada, apague-a
  7. Escreva títulos que resolvam problemas
  8. Crie sempre conteúdo relevante, único, original, informativo e melhor que o da concorrência
  9. Sempre que possível escreva conteúdos com pelo menos 1000 palavras, já que têm mais conteúdo relevante para o leitor
  10. Não tenha medo de criar links internos (para dentro do seu site) e externos (para sites de referência – como é o caso do Portal Mulheres à Obra)

Como vê, o SEO no marketing de conteúdos não precisa ser um bicho de sete cabeças. Pense que mais importante que palavras-chave, headings ou tags, é a qualidade do texto. Um texto com boa qualidade, vai claramente obter um bom posicionamento.

 

Filipa Cardoso

Find Up

Conheça  Filipa Cardoso, leia o seu testemunho.

Leia outros artigos da Filipa Cardoso o nosso Portal:

Business Model Canvas – Uma boa forma de iniciar um projeto

As 21 questões mais importantes sobre o Google My Business

Leia este e outros artigos na nossa revista digital gratuita:

Ver Também

Brand Story – Conte a História da sua Marca!

Quando identificamos conteúdos de qualidade, estes são quase sempre sobre uma história. Se…