Home Artigos Lifestyle O Amor – uma pequena grande palavra

O Amor – uma pequena grande palavra

O amor

O Amor…

Nunca uma palavra tão pequena fez escrever tantas linhas, derramar tantas lágrimas e soltar tantos risos, como o amor. Associado a vivências positivas, ou negativas, continua ainda a ser um dos maiores desejos do ser humano: amar e ser amado.

Mas qual o sucesso para o viver na plenitude? Deixo algumas dicas…

1- Aceitar a diferença

Amar significa aceitar e reconhecer que as pessoas têm defeitos e virtudes. Amar é algo que vai para além das coincidências, da sintonia, é viver com intensidade a diferença e ser tolerante com os erros. As diferenças fortalecem a relação, viva-as!

2- Querer sem condições, nem exceções

É natural não gostar de tudo na pessoa que amamos. Idealizar não é amar. O que torna o amor mágico é a imperfeição do ser humano. Aceite o outro como ele é, a sua natureza. Respeite. Queira sem condições, nem exceções!

3- Preferir, não depender

A dependência e o amor são tão incompatíveis que não conseguem coexistir. Amar é preferir estar, é valorizar a companhia do outro, é sentir saudades. Prefira, nunca dependa!

4- O amor constrói-se

Todos os dias o amor alimenta-se. Demonstre que ama, não se iniba de o fazer. O outro vai sentir-se especial e a relação ganha magia e proximidade.

5- Amar é oferecer, não exigir

Pratique todos os dias a máxima que amar não é controlar, não é exigir, é partilhar o melhor de nós, é liberdade, confiança.

6- Comunicar

É difícil para qualquer ser humano adivinhar as necessidades do outro. Podemos tentar inferir ou até mesmo antecipar, mas haverá sempre alguma margem de erro. Por isso, não se iniba de comunicar, de dizer o que sente, de partilhar. É a comunicação que liga as pessoas, não se esqueça disso.

7- Valorizar pequenas coisas

Apesar de tentador e altamente frequente querer dar o mundo a quem amamos, querer viver, fazer coisas novas, viver experiências únicas…o amor quer mais do que isso. O amor é fortalecido através de pequenos gestos, de gestos simples que fazem e marcam a diferença. Um simples abraço ou um “amo-te” a cada noite antes de dormir. Ou um carinhoso “desculpa”, são pequenos gestos que podem fazer a diferença e promover a felicidade.

8- Apoiar

Amar é estar…é fornecer suporte emocional quando o outro precisa. É cuidar, é incentivar, nunca se esqueça. Amar é apoiar não competir.

Neste dia de São Valentim, lembre-se SÓ AMAR NÃO CHEGA… HÁ que DIZER E FAZER!

Pense nisso!

Vera de Melo

CEO/Partner Your People

Outros artigos de Vera de Melo no nosso Portal:

RGPD na Administração Local – O estado da arte

Avaliação de desempenho – Cada cabeça sua sentença

A Era das Selfies – Dos feios não reza a história

Ver Também

Tédio: a chave da (dignidade da) produtividade

Sexta-feira, 18h. Temperatura agradável, cidade bonita, pessoas alegres. Rogério chama Gus…