Home Artigos Gestão Processo de recrutamento – como estruturar

Processo de recrutamento – como estruturar

Um processo de recrutamento é muitas vezes motivo de “dores de cabeça” para os empresários. Muitos nunca o fizeram e não sabem como fazê-lo e outros não têm tempo.

Neste artigo, vou ajudar-vos a estruturar um processo de recrutamento, a estruturar um anúncio e uma entrevista de emprego.

Como Estruturar um Processo de Recrutamento

Antes de estruturar um processo de recrutamento, deve analisar o perfil da vaga para a qual está a recrutar. Para tal é necessário:

1. Observar se existem problemas na função (muita rotatividade; tipo de supervisão existente; falta de cooperação de outros funcionários com os que ocupam essa vaga);

2. Analisar o perfil da vaga (fazer uma lista de exigências do cargo a ocupar; enumerar as principais habilidades e competências necessárias por parte do candidato)

O processo de recrutamento deve ser estruturado em 6 passos:

1. Cargo – definir o cargo para o qual está a recrutar e as funções inerentes, ou seja, que tarefas necessitam de ser realizadas.

2. Colocação de Anúncio – deve elaborar o anúncio, e decidir os meios de divulgação do mesmo (online, jornais, linkedin, etc).

3. Currículo – os currículos devem ser analisados minuciosamente e a triagem deverá ser feita tendo em conta as caraterísticas que procura para a função a recrutar.

4. Entrevista – deve ser preparada uma boa entrevista onde se possa avaliar o candidato e perceber se é a pessoa adequada para a função.

5. Referências – devem ser validadas as referências apresentadas pelo candidato. De acordo com o currículo, deve telefonar para antigos empregadores a validar a informação apresentada.

6. Escolha – após a análise de todas as informações recolhidas, deve escolher o candidato que mais se adequa àquilo que pretende.

Como Estruturar um Anúncio

Quem recruta colaboradores depara-se com algumas dificuldades na estrutura de um anúncio de emprego. O anúncio deve ser estruturado da seguinte forma:

1. Título – nome da função e nível (Estagiário, Júnior, Sénior).

2. Descrição da Empresa – deve fazer uma descrição da empresa que mostre o seu valor e a sua missão.

3. Funções e principais tarefas – deve enumerar cerca de 5 funções. Deve sempre referir quais as funções e tarefas que terão que ser realizadas pelo recrutado.

4. Um bom anúncio deve especificar as caraterísticas que procura no seu colaborador. É importante que indique quais os requisitos e competências necessários (grau académico; anos experiência; disponibilidade; línguas).

5. Existem informações relevantes que também devem fazer parte da estrutura do anúncio de emprego, por isso deve ter uma parte específica para “Outras Informações”. Aqui é onde deve mencionar informações como: o horário, a localidade e/ou os benefícios (seguros, formação, comissões).

6. Um anúncio de emprego deve sempre referir a forma como a pessoa deverá responder ao mesmo: o que enviar e como (CV, foto, carta de apresentação, etc.) e o timing do processo de recrutamento.

Outras sugestões que pode utilizar para estruturar o anúncio:

• Utilização de linguagem simples e adequada à área;
• Utilização de tópicos ou marcadores;
• Logótipo da empresa;
• O anúncio não pode ser tendencioso nem discriminatório.

Como Fazer uma Entrevista

Uma boa entrevista é fundamental para selecionar um bom candidato.Antes da entrevista deve analisar bem o currículo da pessoa que vai entrevistar.

É importante que faça à partida alguns filtros como:

• Currículos sem datas;
• Informações pouco relevantes para a função devem ser colocadas de parte;
• Procurar dados concretos para a função a desempenhar: competências e capacidades.

As entrevistas devem ser efetuadas em locais apropriados:

• Sala bem iluminada;
• Deve ter uma mesa que permita que o candidato e o entrevistador fiquem numa posição igualitária;
• A porta deve estar fechada e os telefones em silêncio, para não haverem interrupções.

O entrevistador deve manter um comportamento apropriado e coerente:

• Evitar atrasos;
• Definir o timing da entrevista para não se tornar demasiado longa;
• Evitar interrupções desnecessárias;
• Formular questões de resposta aberta que permitam ao candidato falar em vez de responder só “sim”, “não” ou “talvez”;
• Manter sempre o contacto visual;
• Saber ouvir e respeitar os silêncios;
• Encorajar o candidato a falar entre 70% a 80% do tempo;
• Evitar perguntas pessoais ou comprometedoras.

As questões colocadas pelo entrevistador devem permitir avaliar:

• O percurso do candidato a nível pessoal, escolar e profissional;
• As funções desempenhadas (indicar as suas competências profissionais)
• As empresas anteriores;
• As relações com os colegas;
• Os pontos fortes e pontos fracos;
• As atividades extra profissionais – poderá conter aspetos importantes sobre a personalidade do candidato.

Existem algumas perguntas essenciais que devem ser colocadas durante uma entrevista.

• O que o(a) levou a candidatar-se a esta função?
• O que me pode dizer sobre si?
• Como avalia a sua capacidade de decisão?
• Como reage perante um conflito de trabalho?
• Que êxitos e fracassos considera mais relevantes no seu percurso profissional?

Deve ter em conta alguns pontos importantes aquando a seleção de um candidato para entrevista. Aqui ficam alguns tópicos que normalmente causam má impressão por parte do candidato:

• Vestuário impróprio para a entrevista;
• Falta de pontualidade e atrasos;
• Candidatos com uma atitude negativa em relação a colegas;
• Falta de objetivos e ambição;
• Pouca pesquisa sobre a empresa e negócio;
• Expectativas salariais desproporcionais e irrealistas;
• Não olhar nos olhos;
• Hesitação e nervosismo excessivo.

Boas contratações!

Gisela Santos
Fundadora da 2Gather Consultoria e Assistência Virtual
geral@2gather.pt

Testemunho de Gisela Santos

Outros artigos da Gisela Santos no nosso Portal:

Porquê empreender?

Comunicação empresarial interna

Gestão do Tempo

Ver Também

Precisamos, nas organizações, de líderes com “espírito de criança”

“Não devemos jamais deixar morrer no nosso espírito, aquela criança que um dia fomos.” Num…