Home Artigos Carreira Constrói a tua Autoridade

Constrói a tua Autoridade

Constrói a tua autoridade

Torna-te uma Empreendedora com Autoridade e deixa de correr atrás de clientes

Quando começamos a empreender acreditamos que, se falarmos para o mundo todo, temos possibilidade de chegar a mais pessoas, logo ter mais clientes. E, ter mais clientes, é o que qualquer empreendedor sonha. No entanto, na verdade as coisas não funcionam bem assim.

Não podemos falar para o mundo todo, porque quando o fazemos ninguém nos ouve.

Hoje em dia, com a concorrência e a diversificada oferta que existe, as pessoas tendem cada vez mais a procurar especialistas, pessoas que tenham autoridade naquele assunto. E, naturalmente, é humanamente impossível sermos especialistas em tudo.

É muito importante para qualquer empreendedor que está a começar um negócio, definir qual é o seu nicho de mercado.

Define o teu Nicho

Palavras como Nicho, Persona, Avatar e outras similares estão presentes em quase todos os livros e cursos de Marketing. No entanto, continua a ser um dos maiores desafios dos empreendedores com quem começo a trabalhar. 
Definir de forma específica o público com quem queremos trabalhar é muito mais do que fazer uma caracterização por faixa etária, género, escolaridade. É saber comunicar com foco nos desafios do futuro cliente.

No meu caso, o meu cliente ideal é alguém que já iniciou um projeto próprio, mas apercebeu-se que está a trocar o seu tempo por dinheiro, que não tem tempo para fazer as coisas que mais gosta nem para estar com aqueles que mais ama. Quer aumentar os seus rendimentos fazendo algo que o apaixona, quer impactar mais pessoas, quer ter liberdade. Por isso, a possibilidade de criar um curso online alinhado com as suas paixões é algo que o entusiasma. 

Toda a minha comunicação nas Redes Sociais vai nesta direção. Se agora fizesse uma publicação sobre relacionamentos conjugais, depois uma sobre relacionamentos entre pais e filhos e outra sobre transição de carreira, as pessoas que me seguem ficariam confusas, porque a comunicação não era clara, não era afunilada. Isso é o que se vê em muitos empreendedores, um dia estão a promover uma coisa e noutro dia outra coisa que não tem nada a ver.

Direciona a tua Comunicação

É importante que a pessoa sinta que estamos a comunicar diretamente para ela. O receio de muitos empreendedores é perder clientes, mas ao afunilarem a sua comunicação estão a atrair clientes mais qualificados, dispostos a pagar mais.

Imagina, por exemplo, que tens um negócio na área da fotografia e que vês o anúncio de dois cursos na internet. O primeiro diz “Curso de Vendas nas Redes Sociais” e o segundo diz “Aprende a Vender o teu negócio de fotografia nas Redes Sociais”. O primeiro custa 100 euros, o segundo custa 300 euros. Qual dos dois desperta mais o teu interesse? Em qual dos dois estás disposto a investir? Provavelmente naquele que melhor corresponde à tua necessidade, apesar de custar mais. Ao escolheres um nicho, não vais perder vendas e clientes, vais sim aumentar a tua autoridade e, consequentemente, o preço da tua oferta.

Por exemplo, se quiseres começar um negócio na área da cozinha, procura uma especialidade. Podes descobrir que é a comida vegetariana aquilo que realmente te dá prazer cozinhar. Podes descobrir que são os pratos tradicionais aqueles que mais gostas de preparar ou, então, que o que realmente sentes que faz sentido para ti é confecionar comida para crianças.

Se é na área do Coaching que queres trabalhar, então procura saber que vertente mais vibra contigo. Será que gostas mais do Coaching virado para a nutrição? Ou é no Coaching centrado em carreiras que mais te sentes alinhado? Ou, talvez, até possas perceber que queres tornar-te num Coach que ajuda desportistas a desenvolverem a sua performance.

Seja qual for a área, nunca deixes de fazer este exercício. Nunca deixes de procurar saber qual é o nicho de mercado em que te queres especializar. Vai dar-te autoridade, vai transformar-se no teu diferencial, vai definir a forma como chegas ao mercado.

Quem não tem um nicho, tem pouca probabilidade de ter um negócio rentável. Por outro lado, a partir do momento em que começas a assumir esta especialização na tua comunicação, as pessoas passam a reconhecer-te essa autoridade.

Deixas de ser tu a correr “desesperadamente” atrás de clientes mostrando-lhes os benefícios do teu produto/serviço fantástico, pois passas a ser procurada pela tua autoridade e especialidade na área.

Reflete sobre isto:

Quais os principais desafios e objetivos do teu cliente ideal?

Qual a tua oferta específica para responder a esses desafios e ajudá-lo a concretizar esses objetivos?

A resposta a estas perguntas vai levar-te a ti e ao teu negócio para outro patamar.

Ana Cristina Rosa

Ver Também

MMN – Os contadores de histórias

Quando me falaram de uma oportunidade de negócio no marketing multinível (MMN), a primeira…