Home Artigos Marketing Digital Psicologia das Cores no Design

Psicologia das Cores no Design

Contrariamente ao que possamos pensar, todos nós somos influenciados pela psicologia das cores. Isto porque a cor desempenha um papel fundamental na identidade de uma marca.

Quando existe um bom design e um guia de marca, a cor não só atrai o consumidor para determinado produto, como tem a capacidade de despertar emoções.

E, todos nós bem sabemos, que as emoções vendem. Quando um cliente se identifica com uma marca, quando a mesma consegue despertar em si os seus desejos mais profundos, a marca ganhou um cliente para toda a vida!

 

Se está a pensar desenvolver o seu próprio negócio, hoje explicamos-lhe os efeitos psicológicos que as cores podem ter no seu público-alvo.

É importante frisar que, quando desenvolver o guia de marca, deve verificar com uma gráfica a possibilidade de impressão das cores escolhidas.

 

Psicologia das cores: Como é que as mesmas afetam o consumidor?

 

Sabia que as cores quentes evocam emoções bastante diferentes das cores frias? O mesmo é válido para as cores brilhantes ou suaves!

Uma cor tem a capacidade de nos deixar tristes ou felizes, stressados ou relaxados, calmos ou com fome.

Perceba de seguida como as cores têm o poder de impactar as nossas emoções e comportamentos.

 

1 – Cores quentes

Quando falamos de cores quentes, falamos essencialmente dos vários espectros de vermelho, laranja e amarelo.

As mesmas tendem a evocar sentimentos de felicidade, otimismo e alegria. Contudo, o laranja e o amarelo podem ser prejudiciais à vista e o vermelho pode causar fome!

 

1.1- Vermelho

O vermelho é uma das cores mais dinâmicas e por isso é que desempenha um papel fundamental na psicologia das cores.

A mesma é capaz de desempenhar reações opostas, sendo frequentemente associada a paixão e amor, mas também a raiva e perigo.

Se quiser chamar a atenção para um elemento de design, use o vermelho.

 

1.2– Laranja

A cor laranja aumenta a sensação de vitalidade e felicidade, além disso chama a atenção para determinado pormenor. É uma cor equilibrada – retrata a energia, mas pode ser convidativa e amigável.

É uma cor de excelência para uma chamada à ação para comprar ou assinar uma newsletter.

 

1.3 – Amarelo

O amarelo é talvez a cor mais energética já que é facilmente associada ao sol, riso, felicidade e esperança.

Assim, ao usar a cor amarela no design da sua marca irá fazer com que o seu cliente se sinta feliz e otimista

Lembre-se que é uma cor frequentemente usada para chamar a atenção de uma forma energética e reconfortante. Por isso não deve exagerar.

 

2 – Cores frias

Quando falamos de cores frias, falamos essencialmente de verde, azul e roxo. São por norma cores que tranquilizam, mas podem também gerar tristeza.

Por exemplo o roxo é usado com frequência para ajudar a estimular a criatividade. Já o azul é utilizado para transmitir calma.

 

2.1 – Verde

Quando falamos de psicologia das cores em design gráfico, o verde simboliza riqueza, recomeço ou saúde!

É essencialmente utilizado para criar harmonia e equilíbrio no design de uma marca. Se quer inspirar confiança ou segurança, o verde deve estar no seu guia de marca como cor a utilizar.

 

2.2 – Azul

O azul é uma cor que tendencialmente irá evocar-lhe calma e espiritualidade. A maior parte das pessoas sente-se mais calma depois de se sentar um pouco a olhar para o céu…

A maior parte das empresas de áreas específicas (como contabilistas e advogados) usam esta cor para passar a sensação de profissionalismo e qualidade.

 

2.3 – Roxo

O roxo está por norma associado à criatividade, à realeza e à riqueza.

É muitas vezes usado para tranquilizar ou aliviar, sendo esse o motivo pelo qual é comumente utilizado em produtos de beleza.

Incorporar roxo escuro permite tornar o design mais luxuoso! No entanto, se for uma versão mais clara irá servir para mostrar romance e mistério.

 

Como vê, se está a criar um negócio, a psicologia das cores será essencial para desenvolver as artes gráficas de forma a que o seu consumidor faça aquilo que deseja.

Analise e faça boas escolhas, vai ver que fará toda a diferença.

André Ferreira

Sydra

 

Leia este e outros artigos na nossa Revista Mulheres à Obra

Ver Também

As Vozes do Empreendedorismo Feminino – Marketing Digital e Vendas

O evento As Vozes do Empreendedorismo Feminino chega à sua quarta edição, que será a mais …