Home Artigos Carreira Por trás de um grande homem há sempre uma grande mulher?

Por trás de um grande homem há sempre uma grande mulher?

“Por trás de um grande homem há sempre uma grande mulher”

Hoje em dia esta frase parece obsoleta e até ofensiva. A ideia de que o lugar das mulheres é nos bastidores dos triunfos masculinos está aparentemente ultrapassada.

Hoje, as mulheres assumem o papel principal nas suas próprias vidas e dão a cara pelos seus próprios triunfos profissionais.

No entanto, há algo que não podemos esquecer: a dupla jornada. As mulheres são hoje as protagonistas das suas próprias vidas, mas continuam a desempenhar um papel ativo nos bastidores das vidas daqueles que lhes são próximos.

Ainda são as mulheres que assumem a principal responsabilidade pela gestão doméstica e pelo apoio aos filhos e familiares dependentes, situação que se agravou com a pandemia.   

É o trabalho não remunerado, tão pouco valorizado, mas tão importante. É um trabalho que liberta os homens de responsabilidades e encargos, facilitando a sua dedicação à carreira. Enquanto isso, as mulheres têm que fazer malabarismo com 500 bolas.

Por isso, por trás de cada negócio continua a estar frequentemente uma grande mulher, mesmo dos negócios geridos por homens.

Negócios grandes, pequenos, sustentáveis ou nem por isso, com grande sucesso e potencial de crescimento, ou que lutam todos os dias para sobreviver, são todos aqueles que compõem a nossa economia.

A sua existência depende fortemente de quem lidera equipas, faz a gestão financeira, tem ideias inovadoras, cria conexões estratégicas, lança novos produtos e serviços.

Mas também de quem fica com os filhos em casa durante o confinamento, leva os idosos às suas consultas, trata de refeições e limpezas, e assume uma multiplicidade de responsabilidades e encargos que não devem permanecer invisíveis e desvalorizados, dada a sua importância para toda a sociedade.

Sobretudo, é fundamental que cada vez mais a distribuição destas responsabilidades seja feita de forma equitativa entre os dois sexos, porque ambos merecem as mesmas oportunidades e reconhecimento.

Está nas mãos de todos nós, mulheres e homens, concretizar esta mudança.

Imagem de Tumisu por Pixabay

Ver Também

Podemos questionar o valor da Inovação?

A inovação é um fim em si próprio, ou um meio para atingir determinados fins? …