Home Testemunhos No sofá com a Empreendedora Ana Madureira – Dona Imagem

No sofá com a Empreendedora Ana Madureira – Dona Imagem

empreendedora

P. – Qual a tua atividade profissional?

Sou Consultora de Imagem Pessoal e Organizacional. Criei a Dona Imagem, um projeto que funde Comunicação, Marketing, Relações Públicas, Desenvolvimento Pessoal, Moda e Beleza.

P. – Quando sentiste o “chamamento” do empreendedorismo na tua vida?

Acho que desde sempre. Uma frase célebre da minha avó é “Oh filha, metes-te em tudo”. Fui sempre assim, desde os tempos de escola. Sempre senti que não tinha espaço nem tempo para tanta ideia e paixão.

P. – Como começaste o teu percurso empreendedor?

A Dona Imagem é um conceito que fui criando já desde os tempos de Faculdade. Fui percebendo do que mais gostava de fazer em termos profissionais e como poderia rentabilizar a minha formação em Ciências da Comunicação. Em 2016, decidi concorrer a um concurso nacional, o Acredita Portugal. Consegui “dar um corpo” mais consistente a todas as ideias soltas que fui desenvolvendo e, depois, peguei nesse projeto, desenvolvi-o e apresentei-o à StartUp Torres Novas, onde estou incubada desde o início de 2017.

 P. – Que dificuldades encontraste nesse percurso e como as contornaste?

No início, percebi que há muitos apoios e financiamentos, mas praticamente todos dirigidos a desempregados. Senti alguma revolta, porque afinal eu também era uma empreendedora, só não estava desempregada. E ao início eu era super ansiosa e esperava resultados rápidos.

P. –Comparando a tua atual atividade profissional empreendedora com o trabalho que tinhas antes, que diferenças destacas?

No meu caso, ainda trabalho a tempo inteiro por conta de outrem. Embora adore aquilo que faço, já consigo estabelecer algumas diferenças. No meu projeto, consigo dar asas à minha criatividade. Posso correr determinados riscos e experimentar mais. Por conta de outrem, estamos sempre sujeitos a aprovação/parecer. E o gosto com que faço as coisas é diferente. Num projeto nosso, fundimos o nosso eu pessoal com o profissional de uma forma muito mais genuína, pelo que a motivação também é muito maior.

P. – Que dicas gostarias de partilhar para quem quer dar os primeiros passos numa carreira empreendedora?

Acreditar no projeto e nas suas capacidades. Trabalhar em networking de forma genuína. Ouvir mais a sua intuição e não tomar como verdades certas todas as opiniões que lhe vão dando. Se eu tivesse seguido todas as opiniões, a Dona Imagem nem se chamava Dona Imagem…


Ver Também

No sofá com a empreendedora Catarina Leonardo – Wandering Life

P. – Qual a tua atividade profissional? Produzo conteúdos relacionados com viagens, ou sej…