Home Testemunhos No sofá com a Empreendedora Ana Rita Monteiro – Leva-me ao colo

No sofá com a Empreendedora Ana Rita Monteiro – Leva-me ao colo

P. – Qual a tua atividade profissional?

Sou Técnica Superior de Diagnóstico e Terapêutica, ramo de Análises Clínicas, e devido aos obstáculos que tive de ultrapassar para amamentar a minha filha, surgiu a atividade de Conselheira de Aleitamento Materno (CAM). Esta atividade não só me ajudou a concretizar o meu sonho de amamentar, mas também me permite ajudar mães que passam por desafios nesta área da maternidade.

P. – Quando sentiste o “chamamento” do empreendedorismo na tua vida?

Logo após o nascimento da minha primeira filha, senti uma necessidade enorme de estar mais presente e de estabelecer vínculos fortes com ela. Todavia, os compromissos profissionais dificultavam essa minha vontade.

Durante os primeiros meses como mãe, possivelmente por viver distante da minha mãe, senti-me verdadeiramente desafiada ao tentar manter alguma ordem na minha vida. Sentia uma enorme pressão de não querer falhar à minha filha, mas procurando também ter a casa minimamente em ordem e ter algum tempo para mim.

Gradualmente, fui aplicando algumas técnicas que me permitiram ter um maior autoconhecimento de quem eu sou e de para onde quero ir, tendo simultaneamente percebido a importância dos três pilares em que assenta o meu negócio: autoconhecimento, gestão do tempo e organização.

P. – Como começaste o teu percurso empreendedor?

Durante a maternidade da minha primeira filha passei por um momento muito crítico que me fez introduzir inadvertidamente o leite artificial. Alguns dias depois, a Alice deixou de querer mamar. O sonho que sempre tive estava a desmoronar-se. Foi nesta altura que soube da existência de conselheiras de aleitamento materno (CAM).

Pedi apoio e conseguir reverter a situação. Esta minha superação tornou-se o meu propósito de vida: ajudar grávidas e mamãs a ultrapassarem os desafios que a amamentação lhes coloca e a tornar o seu percurso sereno e feliz.

P. – Que dificuldades encontraste nesse percurso e como as contornaste?

O meu percurso na área da maternidade foi iniciado juntamente com uma colega em 2015. Trabalhávamos em áreas diferentes da maternidade, contudo, no fim de 2016, a minha colega decidiu sair e eu confesso que pensei que não aguentaria o “barco” sozinha. A realidade é que “levantei cabeça” e “arregacei as mangas” e comecei a desenvolver um trabalho mais direcionado para uma área mais específica da maternidade: a amamentação. Desde então o meu negócio deu um salto e agora a Leva-me ao Colo reflete 100% do que eu sou!

P. – Comparando a tua atual atividade profissional empreendedora com o trabalho que tinhas antes, que diferenças destacas?

Atualmente ainda trabalho em ambas as áreas, mas a maior diferença é a valorização profissional. Na Leva-me ao Colo, ao acompanhar as mães e ao estar 100% focada para elas atingirem a amamentação exclusiva, o meu trabalho é extremamente valorizado e isso faz com que sinta uma grande satisfação e realização profissional.

P. – Que dicas gostarias de partilhar para quem quer dar os primeiros passos numa carreira empreendedora?

O sonho comanda a vida! Nunca desistas do que ambicionas. Desenvolve um trabalho consistente e diferencial e farás a diferença no mundo do empreendedorismo.

Ver Também

No sofá com a Empreendedora Joana Beldade

Empreender é difícil e pode ser uma montanha russa. Mas se é o que realmente queres, corre…