Home Artigos Empreendedorismo Saber crescer com o negócio

Saber crescer com o negócio

A maioria das empreendedoras constrói um negócio baseado naquilo que acredita, em quem é e na sua zona ‘de génio’ – o que chamamos ser um negócio ‘alinhado’ e com propósito.

Até aqui tudo bem. Somos donas e senhoras dos nossos negócios de ‘A’ a ‘Z’. Mas as coisas até estão a correr bem e o negócio começa a crescer… e é nestas alturas que as coisas se complicam (ou não!) caso nós, empreendedoras, não estejamos preparadas para ‘crescer’ com o nosso negócio.

Temos demasiadas responsabilidades e, das duas uma: ou andamos de rastos para conseguir fazer face a tudo; ou começamos a falhar com algumas coisas….

E chegadas aqui, começamos a sonhar com ajuda.

Pela nossa experiência como Assistentes Virtuais e, agora, dentro da Academia de Assistentes Virtuais, somos contactadas com frequência por empreendedores que enfrentam estes desafios. E não sabem o que fazer.

Sabem que precisam de ajuda – Mas de quem? Quem será a pessoa ideal para os ajudar? E depois, será que ter a pessoa ideal vai realmente resolver o seu problema? Como é que sabem explicar bem o que querem e precisam? Como saber com exatidão o que pode ser delegado?

No nosso último artigo escrito para este portal, poderás encontrar três dicas para delegar com eficiência, e hoje vou contar-te uma história.

Há uns meses, fomos contactadas pela Mariana. Ela tem um negócio sólido, rentável e com diversas vertentes (curiosamente que nós, na Academia de Assistentes Virtuais, já admirávamos e seguíamos no anonimato!).

E ela estava com um problema. Já não conseguia fazer tudo. E aqui, quando digo tudo, era mesmo tudo – ela usava todos os chapéus possíveis dentro do seu negócio: Assistente pessoal; agência de Marketing; designer; web designer; especialista em lançamentos on-line; responsável da área financeira; de estratégia; CEO; prestava o serviço; fazia as vendas…– T U D O!

Acabou por me confidenciar que, para reduzir o seu volume de trabalho teve que aumentar os seus preços para que as pessoas começassem a recusar… Mas não resultou, pois quem a procurava queria mesmo trabalhar com ela e pagava o que ela pedia.

Esta empreendedora estava com todos aqueles que são os problemas de sonho de qualquer um de nós! Ter imensa procura para todos os produtos que estava a pôr no mercado e isto dizia-lhe (e a nós) que ela está no caminho certo.

O meu negócio está pronto para crescer, mas eu não!

Mas havia um pequeno senão… ela sentia-se muito desconfortável em avançar com a delegação: ‘porque eu sei fazer e faço muito bem, não acho que vá encontrar alguém que faça tão bem como eu’; ‘porque eu sei muito bem o que quero e sou muito exigente e não vai dar certo’… e assim continuou a nossa conversa… para cada solução que encontrávamos, ela encontrava uma razão pela qual não ia resultar.

O que isto me disse (e a ela) é que ainda não tinha chegado o momento de delegar… Ela queria que o seu negócio crescesse, mas ainda não estava preparada para deixar isso acontecer.

Foi com alguma pena que nos despedimos, naquele dia, mas o certo é que de vez em quando ela nos escreve para nos manter a par dos progressos que vai fazendo neste exercício de ‘deixar ir’ para que possa acomodar coisas novas.

Entretanto já encontrou uma Assistente Virtual que a acompanha no seu projeto e ganhou o tempo e a liberdade que há muito tinha perdido (e que tinham sido a sua motivação inicial para lançar o seu negócio).

A história da Mariana é linda e guardamo-la com carinho, mas sabemos que não é a única com estes desafios.

Conto-a, aqui, para que qualquer empreendedor que ‘me’ leia faça esta autoanálise:

  • Estou a saber controlar o meu tempo e o meu negócio ou são eles que me controlam a mim?
  • O que tenho que deixar ir, para dar lugar ao que quero ter?
  • Estou a cumprir o meu propósito e continuo alinhado com os meus objetivos pessoais?

Se a resposta a alguma destas perguntas não te satisfizer, poderás precisar de ajuda. Não hesites em pedi-la!

Ver Também

5 Dicas para começar a fazer vídeos

Quando gravares um vídeo, aposta num tema que domines e que te faça sentir confortável. …