Home Artigos Empreendedorismo Eu sou a minha marca!

Eu sou a minha marca!

A importância de criar uma marca pessoal nos vídeos do teu negócio

Num mundo onde milhares de conteúdos são partilhados por dia, onde pequenos negócios lutam para encontrarem o seu lugar no mundo digital, uma forte marca pessoal é a salvação. Ter uma marca pessoal nos vídeos de negócio é importante pois, para além de ajudar um negócio a se destacar num mercado competitivo, transmite credibilidade e confiança aos clientes e consumidores da marca, e ainda estabelece a reputação do empresário como um profissional qualificado e experiente. 

Quando se cria um negócio, deve-se entender a sua extensão como um todo. Ou seja, um negócio não é apenas o produto ou serviço que está a ser vendido, mas também a sua marca pessoal, os seus valores, os seus ideais. Daí ser importante existir uma marca pessoal que distinga aquele negócio dos restantes concorrentes.

Todos os negócios estão associados a uma entidade, a uma pessoa, a uma cara. Atualmente, com o marketing digital, os negócios tiveram de se adaptar e começaram a trabalhar nas redes sociais. O vídeo tornou-se o conteúdo de eleição dos consumidores, e os empreendedores já começam a ver o vídeo como uma ferramenta que leva ao aumento das vendas.

Quer seja em Reels, Stories, vídeos para o perfil, vídeos para o Youtube, Shorts ou TikToks, apresentar o criador ou o rosto da marca permite que o público se conecte mais com a mesma, pois cria uma ligação emocional. Desta forma, se o público sentir uma ligação com a marca, é mais provável que consuma os seus produtos.

Então, como garantir que um vídeo expressa os valores da marca e da própria ideologia do empreendedor?

Uma vez que não há uma segunda oportunidade para criar uma boa primeira impressão, um empreendedor deve gravar vídeos e falar para o público como se ainda ninguém o conhecesse. Deve manter uma boa postura, falar clara e corretamente, sorrir (para se mostrar amigável), e ser autêntico!

Fingir ser quem não é, ainda que só na frente das câmaras, cria uma ligação duvidosa com o público, pois este pressente a falsidade. Ao não confiar na cara da marca, não confiará nos produtos ou serviços que esta oferece. As vendas sofrem, a marca sofre, e é um mal desnecessário.

Portanto, uma marca não é apenas um logótipo, cores, fontes. Isso é importante e complementa o aspeto gráfico dos vídeos, mas o aspeto mais importante é o empreendedor, a cara da marca.

Os vídeos têm a capacidade de traduzir com maior fidelidade quem uma pessoa é. Para além de captar a fala, um vídeo permite gravar olhares, gestos, expressões e maneirismos, e esses também transmitem uma mensagem.Se fingires seres quem não és, o teu público vai notar.

Daí a autenticidade ser tão importante. No entanto, muitos são os alunos que me dizem que têm dificuldade em serem autênticos por medo de julgamento ou de falhar. Mas, se és um empreendedor e queres que a tua marca vingue, deves aceitar-te como és e perceber que está tudo bem errar, pois a seguir irás fazer melhor.

Na maioria das vezes, somos nós os nossos maiores críticos, vemos defeitos em todo o lado. No entanto, na maioria das vezes, apenas nós reparamos nesses pormenores.

Claro que a busca pela perfeição é importante e louvável, mas mais importante que ser perfeito, é fazer bem feito. Se estás a iniciar a tua jornada no mundo dos vídeos é normal que fiques insatisfeito com os primeiros que gravas. O segredo é treinar, praticar e tentar fazer sempre melhor.

Ao criar um vídeo com uma marca pessoal forte, a identidade pessoal e profissional do empreendedor é transmitidade forma clara e eficaz, destacando as habilidades, experiências e valores do mesmo. Isto vai permitir que se construa uma conexão, uma ligação com o público. Se o teu público te vir como uma fonte de confiança e verdade, farão com que te tornes uma referência na tua área de atuação, o que te vai permitir distinguir dos restantes concorrentes dentro da tua área.

Para além disso, ter uma marca pessoal forte pode ajudar a expandir a rede de contactos e encontrar novas oportunidades de trabalho ou colaboração. Através de um vídeo com uma marca pessoal bem definida e diferenciadora, um empreendedor pode atrair novos clientes e parceiros em potencial. 

O que quero transmitir aos novos empresários ou empreendedores de pequenas empresas, é que não precisam de investir muito para expandirem o seu negócio nas redes sociais, apenas precisam de investir no que é bom a longo prazo. Cursos de edição de vídeo, tutoriais no Youtube ou procurarem inspiração noutros criadores de conteúdo são algumas das minhas sugestões, pois a mudança atua no próprio empreendedor, pois este aprende como atuar.

Acima de tudo, nunca desistir da ferramenta de vídeo e manterem-se fiéis aos seus valores e à sua marca.

Daniela Alfarrobinha
Especialista em vídeo online
www.motion4u.pt
Instagram e Facebook: @motion4ubydaniela

Imagem de Pexels por Pixabay

Ver Também

Manter a Motivação no Empreendedorismo

O empreendedorismo, embora possa ser uma fonte de oportunidades e realização pessoal, traz…